ERP na nuvem: quais os benefícios para sua empresa?

A tranquilidade de ter um sistema ERP em nuvem, com a máxima disponibilidade e alto nível de segurança: é isso o que muitos gestores buscam. Com esse tipo de plataforma, os profissionais de TI podem fazer a gestão e o planejamento de recursos empresariais em cloud, e não em uma rede local.

Ao investir na implementação de ERP na nuvem, a empresa usa o sistema para integrar e automatizar funções essenciais de negócios financeiros e operacionais. O software conta com uma única fonte de dados, que abrange gerenciamento de estoque, pedidos e cadeia de suprimentos e ajuda com compras, produção, distribuição e atendimento.

Na prática, com a migração de ERP para nuvem, as organizações acessam o software pela Internet, ganhando mais praticidade, segurança e controle na gestão da infraestrutura de TI e dos processos gerenciais.

Neste artigo, apresentamos o conceito, a importância e as vantagens de um sistema ERP em nuvem.

O que é um ERP em nuvem?

Hospedado por um provedor e fornecido como um serviço para empresas, o software ERP em nuvem oferece o suporte e as funcionalidades dos sistemas locais sem a maioria das desvantagens, como taxas de licenciamento antecipadas.

Quando você investe em sistema ERP em nuvem, suas ferramentas são hospedadas na nuvem, e não em suas máquinas locais. Assim, seu fornecedor se torna responsável por atualizações contínuas, gerenciamento e manutenção de sua tecnologia e ferramentas.

A demanda por sistemas ERP baseados em nuvem é crescente. Isso acontece, principalmente, devido à capacidade deste tipo de solução de acessar e analisar grandes volumes de dados quase em tempo real.

Para as empresas, o uso de um ERP baseado na nuvem é sinônimo de aprimoramento na gestão, que passa a ser orientada por dados precisos.

Por exemplo, com um sistema ERP, as equipes de vendas recebem insights de estoque em tempo real. Em paralelo, a ferramenta permite que as equipes financeiras fiquem de olho no fluxo de caixa e respondam rapidamente a auditorias ou outras solicitações de dados de desempenho.

Na prática, um ERP na nuvem simplifica e aprimora o fluxo de gestão das empresas, levando ao aumento de produtividade, eficiência e performance.

Como funciona um ERP na nuvem?

Um sistema ERP funciona com uma combinação de tecnologias conectadas por redes de internet de alta velocidade. O ERP na nuvem está sempre online e as atualizações de segurança são tratadas pelo provedor da solução.

De tal modo, o trabalho da sua equipe é simples: basta fazer login e usar o ERP e seus dados subjacentes. Além de ser bem mais prático, o uso de um ERP baseado em nuvem pode levar a um custo de propriedade menor do que os sistemas ERP mais antigos, que eram hospedados em servidores da empresa.

Em muitos casos, os ERPs na nuvem são acessíveis aos usuários em dispositivos móveis ou computadores desktop. Eles incluem uma ampla gama de aplicativos que mantêm seus negócios funcionando de forma eficiente. Dessa maneira, as empresas oferecem uma experiência positiva ao consumidor e garantem resultados de negócios lucrativos.

Os ERPs baseados em nuvem oferecem uma capacidade quase infinita de dimensionar e capacitar sua equipe para acessar qualquer informação necessária onde quer que seu trabalho os leve, desde reuniões de vendas com clientes até locais de trabalho remotos e seu escritório em casa.

A capacidade de fazer login com segurança de qualquer lugar não pode ser subestimada no ambiente de negócios pós-Covid, onde mais funcionários do que nunca estão trabalhando em casa e em outros locais remotos.

Os principais recursos incluem a capacidade de acessar informações do cliente, históricos de vendas, dados financeiros, ferramentas de gerenciamento de recursos humanos, métricas operacionais ao vivo, status da cadeia de suprimentos e muito mais. Um ERP em nuvem consegue unir qualquer sistema de computador que sua empresa necessite.

Dependendo das necessidades do seu negócio, você pode escolher entre vários modelos de implementação de ERP na nuvem com módulos e configurações otimizados para o seu tipo de empresa. Isso pode manter a equipe focada nas métricas e no fluxo de trabalho certos para atender às metas da sua empresa.

Tipos de sistemas de ERP em nuvem

Para começar, nem todas as nuvens são iguais. Alguns fornecedores de ERP legados adaptaram seus softwares para serem executados a partir de seus próprios data centers conectados à internet.

Contudo, essa não é a abordagem mais indicada. Isso porque assim as empresas podem perder todos os benefícios do ERP baseado em nuvem, como atualizações simplificadas e a força do modelo de data center em nuvem, em que um enorme conjunto de recursos oferece suporte a aplicativos versus infraestrutura dedicada a componentes de software individuais.

Conheça alguns dos principais tipos de software ERP em nuvem:

  • SaaS multilocatário: uma única versão do software ERP e sua infraestrutura associada atende a várias organizações. No entanto, enquanto cada empresa usa o mesmo software e está hospedada nos mesmos servidores, os dados dela permanecem inacessíveis para outras. Um verdadeiro sistema ERP em nuvem é, normalmente, um SaaS multilocatário.
  • SaaS de locatário único: uma única versão do software ERP e sua infraestrutura associada atende apenas a uma organização. Em outras palavras, os dados de uma empresa são hospedados em servidores privados que executam uma instância de software exclusiva. Alguns fornecedores de ERP na nuvem oferecem aos clientes a opção de executar uma instância privada ou uma instância compartilhada.
  • Nuvem pública: de propriedade do provedor, várias organizações compartilham serviços de computação em nuvem. No entanto, os dados e aplicativos de cada organização permanecem inacessíveis a outras. Exemplos de nuvem pública incluem Amazon Web Services, Google Cloud, Microsoft Azure e Oracle Cloud.
  • Nuvem privada: um serviço que não é compartilhado com nenhuma outra organização.
  • ERP híbrido: essa abordagem combina software local com uma nuvem privada ou nuvem pública para computação, armazenamento e serviços.

Benefícios do ERP na nuvem

Infraestrutura inicial e custos operacionais

Um dos maiores benefícios de uma solução ERP baseada em nuvem é a redução geral dos custos, que começa na implementação. Com o ERP local, uma empresa incorrerá em custos iniciais na compra de servidores, criação de banco de dados, implementação inicial, consultores, equipe de TI, segurança e backup. Ao escolher um ERP na nuvem, você evita os custos de investimento e manutenção.

Velocidade de implementação

Um dos maiores obstáculos de qualquer nova solução de ERP é o prazo estendido de implementação, que pode afetar diretamente o tempo de inatividade dos negócios e o tempo de retorno.

Acessibilidade

Os usuários de ERP baseados em nuvem podem acessar informações de negócios em tempo real, de qualquer lugar e em qualquer dispositivo. Isso garante que os funcionários de toda a organização trabalhem com os mesmos dados, independentemente da unidade de negócios ou local, e possam tomar decisões com mais rapidez e confiança.

Escalabilidade

Sem os desafios de adicionar mais servidores para mais usuários, locais ou subsidiárias, as soluções de ERP baseadas em nuvem facilitam o dimensionamento de um negócio. À medida que um negócio cresce, o ERP na nuvem cresce.

Normalmente, com um sistema ERP baseado em nuvem, que não requer seleção e configuração de hardware ou contratação e treinamento de equipe de TI, a implementação é muito mais rápida e simples.

Customizações e agilidade

Assim como o ERP baseado em nuvem pode ser dimensionado com uma organização, ele também pode ser personalizado mais facilmente para atender às necessidades de negócios – desde o início ou ao longo do tempo, à medida que uma empresa cresce e evolui.

Segurança, conformidade e recuperação de desastres

Um provedor de ERP baseado em nuvem pode oferecer mais segurança e conformidade do que as empresas poderiam pagar. Com um sistema ERP em nuvem, você tem a certeza de que seus dados sempre têm backup e o fornecedor está munido de procedimentos de recuperação de desastres planejados e praticados.

Atualizações

Os fornecedores de ERP na nuvem geralmente gerenciam todas as atualizações do sistema de forma contínua, acompanhando as necessidades de negócios em evolução e garantindo que os clientes usem a tecnologia mais recente.

Desafios do ERP na nuvem

Na jornada de implementação de um sistema ERP em nuvem, existem desafios potenciais que as organizações podem enfrentar:

  • Sistemas legados: Se uma empresa usa um sistema ERP local há muitos anos e procura migrar para um ERP baseado em nuvem, a migração pode ser desafiadora e exigir muito tempo e experiência.
  • Resistência à mudança: Empresas maiores, com grandes equipes administrativas e de TI, podem sofrer resistência das principais partes interessadas. Mover o software ERP muda a atuação dos administradores, que perdem algum controle sobre os processos que se tornam automatizados. Além disso, com o fornecedor gerenciando toda a manutenção e a infraestrutura, as equipes de TI perdem o controle sobre determinados processos operacionais.
  • Conformidade regulatória: Empresas com políticas de segurança cibernética especialmente rígidas, restrições quanto à hospedagem de informações de clientes na nuvem e problemas de conformidade regulatória podem não aproveitar todos os benefícios de uma solução ERP baseada em nuvem.

Como vimos até aqui, os sistemas ERP na nuvem se destacam em relação aos ERPs locais por vários motivos importantes. Um sistema ERP em nuvem é acessível de qualquer lugar, está quase sempre online e não exige os mesmos recursos de TI da empresa para manutenção e atualizações.

No longo prazo, as soluções de ERP em nuvem podem oferecer economia de custos e melhor desempenho. Na prática, esse tipo de solução é mais segura e eficiente porque permite que sua equipe acesse dados e sistemas críticos da empresa para concluir melhor seu trabalho.

Quer ter um sistema ERP em nuvem com o suporte da Claranet? Entre em contato conosco e saiba por onde começar.